terça-feira, 29 de setembro de 2009

Ainda há boas pessoas!

Ontem tirei o dia para fazer compras com a minha mãe e a minha irmã (coisa raaara).

Como precisava de comprar calças, entrei na Tiffosi. E há coisas que determinam logo se experimento roupa numa loja ou não :

- O tipo de abordagem dos funcionários - Detesto o típico "se puder ajudar em alguma coisa...". Não é suposto poderem sempre ajudar? Não é para isso que lá estão? Prefiro que sejam simpáticos quando entro dizendo só boa tarde, por exemplo!

- A disponibilidade quando peço, por exemplo, um número de calças, ou quando pergunto se tem determinado modelo.

- A sinceridade na opinião dada acerca do que visto, sem mostrar que está a fazer um frete.

Então ontem começou bem porque verificaram-se todos estes pontos.

Quando já ia para pagar, a funcionária disse que tinha umas raspadinhas guardadas que me davam 15 euros de desconto nas calças! E ainda me deu outra raspadinha com 20% de desconto em qualquer peça.

E fez o mesmo à minha irmã!

Não foi querida? Gostei mesmo da atitude dela! E acho que as lojas lucravam mais se se preocupassem mais com a escolha dos funcionários. Comigo tem grande influência.

4 comentários:

Clara disse...

Sim, sem dúvida alguma concordo contigo!

Há lojas de onde saio a correr, principalmente aquelas onde as funcionárias cuscam a vida dos outros e falam mal de certos clientes...

hoje vou casar assim disse...

Eu também não gosto nada quando as funcionárias estão a conversar como se estivessem num café ou no sofá de casa. E, se forem simpáticas e profissionais, fico com muito mais vontade de comprar!

Por acaso tenho encontrado pessoas muito atenciosas, apesar de uma delas me ter tratado por tu o tempo todo :p

Olhos Dourados disse...

Sim, também gosto disso. Detesto chegar a uma loja e querer ver as coisas e escolher sossegada e vir uma funcionária melgar-me! Eu se precisar de ajuda, peço!

Goma disse...

Que dia feliz :)